<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

Site responsivo: sua importância no mercado competitivo

Cesio Faria

site responsivo

Site responsivo: o que é isso? Você já entrou em um site pelo celular e precisou dar um belo zoom para conseguir ler o que estava escrito? Então, isso significa que aquele site tinha um total de zero responsividade! 

O que você vai ver neste post? 

  • O que é um site responsivo?
  • Por que é importante ter um site responsivo?
  • Motivos pelos quais você deve ter um site responsivo.

Se você acha normal ter que ajustar com as pontas dos dedos os sites na tela do seu celular ou do seu tablet, saiba que isso não só não é adequado como também não favorece a experiência do usuário com a sua marca.

Dito isso, o que é responsividade? Um site responsivo é aquele que se adapta automaticamente ao tamanho da tela em que está sendo exibido (desktop, celular, tablet e etc). 

Mas é só isso? Um site que se adequa às telas? É isso, mas não é SÓ isso. Esse pequeno detalhe pode fazer uma diferença imensa na sua estratégia de vendas. 

Vamos começar pelo fato de que os avanços tecnológicos das últimas décadas já tomaram uma proporção tão grande ao redor do mundo, que é quase impossível imaginar que uma pessoa não acesse a Internet o tempo todo usando um dispositivo móvel, não é verdade? 

Levando em consideração que cada pessoa acessa a Internet de uma forma diferente, é importante que os sites sejam ajustáveis de acordo com o tamanho da tela e não com o modelo do dispositivo que acessa aquele conteúdo. Concorda? Por isso, criar um site responsivo é tão importante. 

Se você ainda tem alguma dúvida sobre os motivos pelos quais ter um site responsivo é tão importante na sua estratégia competitiva, aqui vão alguns fatos que você deve refletir sobre: 

1. Mobile é um dos meios de comunicação mais utilizados atualmente

Sabia que pessoas passam cerca de ⅓ das horas em que estão acordadas utilizando aparelhos mobile? Isso é uma média de 4 horas por dia. Quando olhamos para os números do Brasil, este número chega a 5 horas/dia. 

Esse número é especialmente para os dispositivos mobile. Você consegue imaginar que mais da metade dos seus potenciais clientes podem estar acessando o seu site por um dispositivo mobile e não estar convertendo em vendas por vivenciarem uma experiência negativa? 

Pois então, essa reflexão é de total importância principalmente quando levamos em consideração o dado que trouxemos ali em cima, de que o Brasil é líder mundial em acessar a Internet via dispositivos móveis. 

Se você não quer perder vendas por não utilizar o seu site de forma inteligente e estratégica, a hora de repensar o seu site chegou!

2. Sites responsivos são mais rápidos

Sites desenvolvidos para serem responsivos, via de regra, são mais rápidos pois obrigatoriamente precisam funcionar bem em Internet móvel. Isso faz com que o site seja mais leve e consequentemente, mais rápido. 

Essa velocidade de carregamento da página é um dos fatores de rankeamento do Google, visto que sites que demoram muito tempo para carregar têm altíssima probabilidade do usuário fechar a janela e procurar por outras opções/soluções.

Veja também:

Nova call to action

3. Mais facilidade em compartilhar o conteúdo nas redes sociais

Com o acesso às redes sociais cada vez maior, para qualquer empresa que visa fortalecer o branding bem como investir em inbound marketing, é imprescindível ter as redes sociais como parte da estratégia. 

E é claro, que não é segredo que o acesso às redes sociais também é feito majoritariamente pelo mobile. De um clique no seu site para um compartilhamento em qualquer rede social, são apenas 3 cliques: copiar, colar e compartilhar. Fácil, não é? 

Se esse compartilhamento for feito por um influencer digital com grande número de seguidores, esse compartilhamento pode gerar resultados ainda mais significativos. 

Você não quer perder esse tipo de oportunidade por ter um site lento e que não oferece uma boa experiência para o seu usuário, não é mesmo? 

4. Sites responsivos tem melhor rankeamento no Google

Como mencionamos no tópico 2, o Google prioriza sites responsivos (não só nas buscas de dispositivos mobile). 

Acredite ou não, essa não é uma notícia recente! No dia 2 de março de 2015, o Google publicou em seu blog oficial que os usuários passariam a receber nos seus resultados de pesquisa online aquilo que fosse mais relevante e oportuno, independentemente do dispositivo que estivesse conectado. 

A partir daí, como o aumento do uso de aplicativos mobile só aumentou, a inteligência artificial da companhia também precisou se adaptar a esta nova fase. 

Bom, se o Google já está fazendo isso desde 2015, e você ainda não havia levado isso em consideração, temos aí uns 7 anos de atraso basicamente (algo não está certo). 

Brincadeiras à parte (mas é sério), o Google é e sempre foi uma referência em inovação e tecnologia, neste caso, definitivamente não é diferente! Leve isso em conta e tenha sempre em mente: pesquisas rápidas = sites responsivos.  

5. Sites responsivos oferecem melhor experiência ao usuário

Para que um lead se converta em cliente, é preciso que ele tenha uma boa experiência junto à sua empresa. Seja ela nas redes sociais, espaços físicos ou em um site. Cada touch point da jornada desse consumidor importa. 

Com um web site isso não é diferente. Sites otimizados e responsivos tendem a oferecer uma melhor experiência para o usuário (em qualquer canal de acesso) e consequentemente, tendem a converter mais. 

Um site bem otimizado e bem estruturado é capaz de guiar esse lead desde o momento em que ele está apenas cogitando uma compra, até o momento da compra de fato. Tudo isso é feito por meio de estudos relacionados à mapa de calor, textos que se conectam melhor e elementos previamente testados que fazem a diferença na tomada de decisão. 

Um segredo: só o fato do site responsivo carregar mais rápido e do seu cliente não precisar ficar ajustando a tela por conta própria, já ajuda e muito a experiência do consumidor.  

6. Melhor usabilidade = aumento em vendas

Você já entrou em algum lugar, uma loja por exemplo, pois sentiu atração pela fachada da loja ou pelo tipo de produto que a loja vendia? Já passou por alguma situação de entrar nessa loja e se deparar com um ambiente feio, pouco agradável aos olhos, talvez até bagunçado e por isso, mesmo querendo um produto, você desistiu de comprar? 

Então, isso é experiência do consumidor. Como temos reforçado em cada parágrafo deste post, o seu site é a extensão do seu negócio, ele funciona como um cartão de visitas cheio de informações. 

Quanto mais agradável, responsivo e bem estruturado o seu site for, mais tempo (ou menos tempo com maior assertividade) o consumidor tende a passar navegando nele e consequentemente, maior a chance de compra.  

7. Acessível para qualquer navegador

Hoje, você pode preferir usar o Google Chrome, amanhã o Mozilla Firefox e talvez, depois de amanhã o Explorer (a gente nunca sabe, né?) ou até um novo navegador que vier a surgir com o passar dos anos. 

O fato é: não importa o navegador, não importa o tamanho da tela, os sites responsivos podem ser abertos e trabalhar em pleno funcionamento em qualquer um deles. 

Isso aqui tem ponto ainda mais interessante: a responsividade é direcionada para diferentes resoluções e não exatamente para diferentes dispositivos. Isso significa que esse layout adaptado pode funcionar em qualquer dispositivo. Ou seja, se no futuro surgir alguma nova forma de acessar a Internet, você provavelmente já estará preparado para isso. 

Bom, esperamos que você tenha entendido de uma vez por todas quão importante é pensar na responsividade do seu site! Inclusive, uma ferramenta que pode te ajudar a entender mais ainda sobre isso, é a Hubspot.

Se você ainda não ouviu falar sobre essa ferramenta, é hora de conhecer! Para te ajudar, confira este post do nosso blog: HubSpot: Manual das principais funcionalidades da plataforma. 

Baixe agora o ebook sobre "HubSpot: manual das principais funcionalidades da plataforma"

Até a próxima!

  
CONHEÇA A NOSSA BIBLIOTECA DE CONTEÚDOS
 
CTA-PEÇAS-BIBLIOTECA-DE-CONTEÚDO_Vertical

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Saiba mais sobre nós

Tecnologias que usamos

O mundo muda o tempo todo e com a tecnologia não é diferente! Aqui na Mkt4Edu, tecnologia está no nosso DNA, trabalhamos com diversos softwares diferentes para fazer todo o processo de automação e inteligência artificial funcionar com mais eficiência e alcançar mais resultados.

Aqui, novos softwares são testados o tempo todo. Ferramentas modernas e novas funcionalidades são testadas a todo momento, já foram mais de 200 testes para que você possa ter o melhor resultado na sua instituição.

Biblioteca de Conteúdos

EBOOK-MOCKUP-SEM-SOMBRA_Hubspot-Manual-das-principais-funcionalidades-da-plataforma
HubSpot: manual das principais funcionalidades da plataforma
 
Entenda como uma das ferramentas mais conhecidas no mundo e autodenominada "poderosa, mas não opressora" pode te ajudar a otimizar tempo com atividades manuais e fazer com que o seu time preste atenção naquilo que realmente importa: o cliente.
EBOOK-MOCKUP-SEM-SOMBRA_Inteligência-Artificial
Inteligência Artificial: A transformação do Marketing Digital na educação
 
Veja como a tecnologia impacta diretamente nas estratégias e resultados do Marketing Digital!
EBOOK-MOCKUP-SEM-SOMBRA_Branding-Educacional - como-construir-uma-marca-de-valor
Branding educacional: como construir uma marca de valor?
 
Não perca mais tempo dentro da sua instituição de ensino e saiba como apresentar seus diferenciais para construir uma marca de valor no mercado educacional.

Se ainda precisa de mais informações, deixe o seu contato que um de nossos Consultores fará contato com você!