<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

Checklist de SEO para instituições de ensino: o que não pode faltar

Tiago Soares

Checklist de SEO

Quais regras de SEO para instituições de ensino o site ou blog de sua IES já segue? Para além de fatores mais relacionados com a qualidade e relevância do conteúdo, é preciso observar outras questões mais técnicas para melhorar o posicionamento da instituição nos sites de busca.

SEO é a sigla para search engine optimization, que seria a otimização dos mecanismos de busca. E isso nada mais é do que a adoção de estratégias que contribuem para aumentar o número de visitantes ao endereço da IES na internet. Algo que ajuda a tornar a instituição mais conhecida e contribui para o crescimento do número de matrículas.

Há uma variedade de regras de SEO a serem seguidas e, para facilitar para você, fizemos este checklist com aquelas que não podem deixar de ser observadas no site/blog da sua instituição de ensino. Confira!

URL amigável

Vamos começar nosso checklist de SEO para instituições de ensino destacando que é preciso garantir que as páginas do site ou de postagens do blog precisam ter uma URL amigável.

O que sua IES precisa é se certificar de que a URL é atraente para o Google (que é o principal buscador) e também para aqueles que acessam o endereço. O mais interessante é que essa URL seja um indicativo claro do assunto tratado naquela página ou post. Isso contribui até para despertar a atenção de quem vê a URL.

Para tanto, é preciso observar o que chamamos de arquitetura da informação para seguir as regras de SEO para instituições de ensino. O ideal é que a URL seja curta e não contenha símbolos ou números, que é o que pode acontecer quando sua IES não dá a devida atenção a esse ponto.

  • Exemplo de URL não-amigável: blogdasuaIES.com.br/index.aspx?id=97688743

  • Exemplo de URL amigável: blogdasuaIES.com.br/estude-conosco

Palavras-chave na URL

Como você já deve saber, o conteúdo do site ou blog também deve ser otimizado com estratégias de SEO, seguindo regras que incluem o uso de palavras-chave. Em geral, a palavra-chave (que pode ser uma frase) é aquela que apresenta a ideia principal do texto, como "SEO para instituições de ensino" para esta postagem que você está lendo agora.

É muito interessante que a palavra-chave principal escolhida para determinado conteúdo também esteja presente em sua URL. Isso contribui para deixá-la amigável e favorece o ranqueamento no Google.

URL canônica

A URL canônica é a solução para conteúdos duplicados que são mais comuns do que se imagina. Um conteúdo assim não é necessariamente uma cópia de um post do blog de sua IES, por exemplo, em um outro site.

blogdasuaIES.com.br e www.blogdasuaIES.com.br são exemplos de duplicatas que levam ao blog da instituição e merecem ser observadas.

Conteúdos duplicados são mal-vistos pelos buscadores como o Google, o que pode prejudicar o ranqueamento da sua IES. Por isso, é importante seguir essa dica de SEO para instituições de ensino, incluir a tag canonical em páginas que sejam ou possam ser duplicadas e evitar fatores que prejudicam o site e o blog da instituição.

eBook da MKT4EDU: Como colocar sua IES no topo dos resultados do Google com SEO

Title tag

Para além do conteúdo em si, as title tags têm importância determinante para a garantia de uma boa otimização de SEO para instituições de ensino.

A title tag ou tag de título é um "elemento HTML que especifica o título de uma página da internet", ou seja, resultam no título clicável que aparece nas páginas do Google quando uma pesquisa é realizada. E assim como a URL, a title tag deve fornecer uma ideia clara do conteúdo daquela página.

É importante observar que a title tag precisa ser única e pode conter palavra-chave. É interessante também manter um padrão, o que pode ser feito a partir da definição de uma parte fixa que se repete em outras páginas, acrescida de elementos exclusivos.

  • Exemplo: suaIES.com.br/contato e suaIES.com.br/formas-de-ingresso

Para atender às melhores práticas de SEO para instituições de ensino, também é importante observar que a title tag não pode ser longa demais. Caso contrário, não aparecerá completa na página de resultados do buscador, o que pode diminuir o interesse de quem a lê. Atualmente, o limite de exibição é de 70 caracteres.

Meta description

Quando uma pessoa faz uma busca do Google, o que aparece na página de resultados abaixo da title tag e o texto que recebe o nome de meta description.

Essa descrição serve justamente para complementar a URL e a tag de título e fornecer uma informação um pouco mais abrangente sobre determinado conteúdo. Assim, toda página e todo post de blog deve ter uma meta description própria e original, que contenha a palavra-chave de relevância e que seja útil para o leitor.

Você pode estar se perguntando: "Se já temos outros elementos que indicam sobre o que é abordado na página, porque precisamos de mais um?". Vamos a um exemplo para que você entenda melhor a importância dessa dica de SEO para instituições de ensino.

No blog da sua IES, há um excelente conteúdo intitulado "Dicas para estudar para o Enem". Como é de se imaginar, diversas outras instituições de ensino podem desenvolver um conteúdo similar que, inclusive, tenha o mesmo título.

Seguir as regras de SEO no texto e no blog contribui para que sua IES esteja junto àquelas que ocupam as partes mais altas do ranking com esse post, ou seja, junto às que aparecem nos primeiros lugares na página de resultados do Google.

Quando o estudante que fez a pesquisa bate o olho na página e vê títulos iguais ou bem parecidos, precisa escolher aquele que deseja ler e essa decisão pode ser tomada com base na descrição disponível. Assim, uma meta description bem elaborada pode ser fator decisivo para garantir o acesso ao blog da sua IES.

Alt text

É interessante que os posts do blog de sua IES tenham formatos diferentes, como infográficos ou videos. E é positivo que o conteúdo escrito seja acompanhado de uma imagem complementar.  Em todos esses casos, a alt text ou o texto alternativo surge como um elemento necessário da estratégia de SEO.

Os buscadores como o Google não são capazes de "ver" nenhum tipo de imagem e, para identificá-las, fazem a leitura do alt text que as acompanha. O conteúdo desse texto funciona como um SEO para imagens e, por isso, deve incluir a palavra-chave de relevância, além de descrevê-la de forma simples e em poucas palavras.

A alt text é mais uma prática de SEO para instituições de ensino que favorece o rankeamento do conteúdo, mas não é só isso. A estratégia também pode ser útil quando a imagem não carrega corretamente em razão de uma conexão de internet precária. Nesse caso, é o texto alternativo que permite que o leitor do blog de sua IES tenha informações sobre aquela imagem e não fique tão prejudicado em sua leitura.

Gostou do post? Leia também Indicadores de SEO que sua universidade não pode deixar de monitorar!

E se você já estiver com vontade de marcar uma conversa, sinta-se livre para entrar em contato conosco!

QUERO ENTRAR EM CONTATO!

  
Stories_mkt4edu_Aprenda-a-captar-alunos-com-inbound-marketing

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Tecnologias que usamos

logos tech-01
logos tech-02
logos tech-03
logos tech-04
logos tech-05
logos tech-06