<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

Metas SMART: entenda como aplicar em seus negócios

Gleice Sousa

Metas SMART

A vida de um gestor que quer prospectar clientes sem uma estratégia de marketing e análise prévias não é fácil. A chance de os seus esforços serem em vão são altas. É importante ter bastante certeza do que fazer para chegar aos seus objetivos, e as metas SMART serão aliadas nesse processo.

Neste post, explicaremos o que são as metas SMART, para quê elas servem e como utilizá-las para prospecção de clientes, bem como na mensuração e análise de resultados, dados e estratégias implementadas.

O que você verá neste conteúdo:

Boa leitura!

O que são metas SMART?

As metas SMART formam uma das bases da análise de dados, mais especificamente dos dados relacionados a metas que pretendem ser alcançadas pela empresa. Elas auxiliam na avaliação do objetivo, se ele realmente importa naquele momento ou para aquela organização.

SMART é um acrônimo de:

  • S: Specific (específica);
  • M: Measurable (mensurável);
  • A: Attainable (Atingível);
  • R: Relevant (relevante);
  • T: Time based (temporal).

Vamos entender melhor cada um desses pontos:

Specific: avalia se a meta tem um objetivo específico e claro. Por exemplo: ter como meta aumentar a prospecção de clientes não encaixaria aqui, pois está muito vaga. A ideia é desenvolver mais esse objetivo, como “aumentar a taxa de inscrições em 20%”.

Measurable: responsável por identificar se uma meta pode ser medida, afinal, tão importante como criar um bom objetivo é analisar se a instituição realmente está conseguindo alcançá-la ou se a justiça na estratégia precisa ser feita.

Attainable: não faz muito sentido investir em uma meta que não pode ser alcançada, não é mesmo? E isso também é considerado nas metas SMART. Para se fazer a mensuração de uma meta, são utilizados os KPIs, sobre os quais falaremos ao longo do post.

Relevant: você já ouviu a frase "se tudo é importante, então, nada é importante”? O mesmo vale para as metas: se todos os objetivos foram considerados metas, então, a empresa não tem metas de verdade. É preciso limitar àquelas que realmente surtirão efeito na instituição.

Time based: outro ponto necessário a se considerar para criar uma meta é que ela precisa de um tempo predeterminado para ser alcançada. É importante que a instituição, sobretudo a equipe responsável, saiba quando começar e terminar de trabalhar em cima da estratégia que auxiliará no alcance desse objetivo.

Para que servem as metas SMART?

O principal objetivo das metas SMART é fazer com que a instituição foque seus recursos em metas inteligentes, além de facilitar o seu processo de elaboração, para que a parte de execução também seja facilitada.

As metas SMART fazem com que se tenha um objetivo claro, analisável, alcançável e com prazo para ser alcançado. Com essas informações em mãos, será muito mais fácil elaborar uma estratégia que seja eficiente.

Outro objetivo de aplicar as metas SMART na gestão é que elas permitem que toda a equipe se sinta mais motivada a bater aquela meta, pois fica mais fácil entender o seu propósito e o que deve ser feito para chegar até lá.

E o mais crucial: é possível acompanhar o seu desenvolvimento bem de perto e, caso algum problema aconteça, é possível identificá-lo rapidamente e colocar em prática outras estratégias para contornar a situação.

Quais os seus benefícios?

Adotar as metas SMART pode oferecer diversos benefícios para as instituições. Veja alguns deles a seguir:

Faz a instituição ter um foco

Ao selecionar melhor quais serão as metas a serem trabalhadas, a instituição consegue focar o que realmente surtirá efeitos positivos no seu desenvolvimento, enquanto economiza diversos recursos.

Aumenta a produtividade da equipe

As metas SMART também fazem com que a equipe tenha a sua produtividade otimizada, pois, além de ter menos objetivos para trabalhar, também terá informações detalhadas do que fazer para alcançá-los.

Facilita feedbacks

Outra vantagem interessante dessa metodologia é que ela facilita a cultura de feedbacks no negócio. O gestor consegue avaliar o desempenho da equipe no alcance da meta e orientar melhor o seu time nesse quesito.

O que são KPIs?

Anteriormente, explicamos que a análise de metas é feita por meio de KPI (Key Performance Indicator). Basicamente, ele permite que a instituição consiga acompanhar, por meio de números e dados, os resultados das metas e objetivos elencados.

Dessa maneira, é possível compreender se a equipe está conseguindo se desenvolver da maneira esperada ou se é necessário fazer algum ajuste na estratégia para que a meta seja batida no período esperado.

Veja também:

Nova call to action

Como elaborar um bom KPI?

Assim como acontece com as metas, os KPIs também precisam ser bem pensados. Em primeiro lugar, um bom indicador precisa ser simples, sendo fácil para que todos consigam compreender do que ele se trata.

E, claro, esse indicador também precisa ser mensurado: em vez de definir um KPI como “aumento de inscrições”, opte por deixar esse mesmo direcionamento mais quantitativo, como “taxa de conversão em leads”.

Como as metas SMART podem ajudar na prospecção de clientes?

Um dos questionamentos que podem surgir é se essas metas SMART realmente têm algum efeito na prospecção de clientes, e a resposta não poderia ser outra: sim, essa metodologia auxilia consideravelmente na captação de leads, seus futuros clientes.

Isso acontece justamente porque as metas SMART fazem com que a estratégia de captação de leads seja realizada de maneira mais estruturada e direcionada. A instituição perde menos tempo com detalhes e informações desnecessárias, focando aquelas que realmente vão trazer mais pessoas.

Como usar as metas SMART na prospecção de clientes?

Vamos supor que você seja gestor de uma faculdade e queira aumentar o número de matriculados. Para conseguir elencar as melhores metas, visando a esse objetivo, busque fazer algumas perguntas, como:

  • Quais são os cursos que, atualmente, contam com maior inserção de alunos?
  • Qual foi a taxa de conversão da sua instituição de ensino durante o período X? O que pode ser feito para melhorar esse resultado?
  • Quanto conseguimos alcançar das metas que já temos atualmente?
  • Como está a satisfação dos alunos? Houve alunos que indicaram a instituição para outras pessoas?

Com as respostas para essas perguntas em mente, já é possível trabalhar para adaptar as metas já existentes para o modelo SMART, bem como elencar aquelas que farão maior sentido com esse objetivo principal.

Como utilizar as metas SMART para a análise e mensuração de resultados?

Até aqui, você aprendeu um pouco mais sobre o que são as metas SMART, o que são KPIs e como eles podem ajudar na prospecção de clientes, porém é preciso saber como fazer um acompanhamento eficiente das estratégias e objetivos definidos.

Para analisar os KPIs que você definiu anteriormente, vale a pena investir em algumas ferramentas que tornam esse processo de análise mais fácil. Dessa forma, os dados são coletados em tempo real.

Como escolher as melhores ferramentas para análise de KPIs?

A escolha da ferramenta pode variar conforme o KPI que você esteja querendo analisar. Para fazer a gestão de pessoas que viraram leads por uma landing page, por exemplo, você pode apostar em ferramentas como WooRank, OptinMonster ou Hubspot.

É importante que os KPIs sejam analisados com certa frequência, pois, dessa forma, será mais rápido encontrar problemas e colocar em prática estratégias que podem mudar a situação a tempo de a instituição conseguir bater suas metas no tempo estipulado.

Resumindo: as metas SMART devem ser aplicadas por meio da elaboração de metas que sejam específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e que tenham um prazo para ser alcançadas. A análise dos seus resultados é feita por meio de KPIs.

Assim, entendendo o que são as metas SMART e como aplicá-las em seus negócios, ficará muito mais fácil direcionar os esforços da sua instituição para estratégias e objetivos que pretende alcançar. 

Mas para que a instituição consiga alcançar voos mais altos, é preciso que o gestor esteja em condições para enfrentar esse desafio. Por isso, confira este outro post em nosso blog, no qual explicamos como manter a saúde mental e física ao gerir negócios digitais.

Entenda o impacto da saúde mental  e física nos negócios

  
CONHEÇA A NOSSA BIBLIOTECA DE CONTEÚDOS
 
CTA-PEÇAS-BIBLIOTECA-DE-CONTEÚDO_Vertical

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Saiba mais sobre nós

Tecnologias que usamos

O mundo muda o tempo todo e com a tecnologia não é diferente! Aqui na Mkt4Edu, tecnologia está no nosso DNA, trabalhamos com diversos softwares diferentes para fazer todo o processo de automação e inteligência artificial funcionar com mais eficiência e alcançar mais resultados.

Aqui, novos softwares são testados o tempo todo. Ferramentas modernas e novas funcionalidades são testadas a todo momento, já foram mais de 200 testes para que você possa ter o melhor resultado na sua instituição.

Biblioteca de Conteúdos

EBOOK-MOCKUP-SEM-SOMBRA_Hubspot-Manual-das-principais-funcionalidades-da-plataforma
HubSpot: manual das principais funcionalidades da plataforma
 
Entenda como uma das ferramentas mais conhecidas no mundo e autodenominada "poderosa, mas não opressora" pode te ajudar a otimizar tempo com atividades manuais e fazer com que o seu time preste atenção naquilo que realmente importa: o cliente.
EBOOK-MOCKUP-SEM-SOMBRA_Inteligência-Artificial
Inteligência Artificial: A transformação do Marketing Digital na educação
 
Veja como a tecnologia impacta diretamente nas estratégias e resultados do Marketing Digital!
EBOOK-MOCKUP-SEM-SOMBRA_Branding-Educacional - como-construir-uma-marca-de-valor
Branding educacional: como construir uma marca de valor?
 
Não perca mais tempo dentro da sua instituição de ensino e saiba como apresentar seus diferenciais para construir uma marca de valor no mercado educacional.

Se ainda precisa de mais informações, deixe o seu contato que um de nossos Consultores fará contato com você!