<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

Como avaliar um diagnóstico estratégico em uma captação?

Renan Andrade

diagnóstico estratégico

Enquanto parte fundamental de um feedback sobre as ações realizadas, o diagnóstico estratégico é a ação que precede o planejamento estratégico. Realizado com base em dados e informações, sua realização pode otimizar os resultados futuros e empregar mais qualidade a tudo que é realizado.Mesmo sendo tão importante, nem sempre os gestores e profissionais de marketing compreendem a sua relevância. Para entender a magnitude dessa estratégia de marketing para gerar leads e trazer mais resultados para o processo de vendas, confira, abaixo, tudo que você precisa saber sobre esse tipo de análise técnica feita para guiar a empresa e/ou instituição no processo de marketing de conteúdo. Continue a leitura!

Neste conteúdo você verá:

  • O que é um diagnóstico estratégico?
  • Qual a sua importância para captação?
  • Como é feita essa análise estratégica?
  • A tecnologia aliada ao diagnóstico
  • Avaliação da estratégia de marketing na presença digital
  • 1. Site
  • 2. SEO
  • 3. Redes sociais
  • 4. Mídia paga
  • Forças e fraquezas apuradas na análise
  • Sugestão de melhorias e redirecionamento
  • Invista no seu diagnóstico estratégico para captação!

O que é um diagnóstico estratégico?

O diagnóstico estratégico tem como objetivo realizar o mapeamento das principais funções que foram implementadas. A partir dele, é possível entender e indicar os pontos que não estão configurados de maneira adequada, o que diminui sua taxa de eficiência. Além disso, com o resultado, é possível apontar recomendações de implementações para melhoria e correção de possíveis erros.

Fazendo uma analogia com a medicina, esse diagnóstico é como um paciente (cliente) que está sentindo dores mas não sabe do que se trata. Para resolver o problema, procura um médico (empresa especializada em marketing estratégico), que passa uma bateria de exames para ter uma visão geral e, então, entregar um diagnóstico mais seguro sobre o problema. Somente a partir dos resultados é possível decidir qual o melhor tratamento a ser colocado em prática.

Dessa forma funciona esse tipo de avaliação estratégica. Com as respostas em mãos e somente após isso, é possível dar início a um planejamento estratégico. Essa é uma ação que pode ser realizada por qualquer empresa que pretende melhorar sua presença digital e, consequentemente, aumentar seus resultados de captação. 

Qual a sua importância para captação e investimentos em marketing?

Esse diagnóstico e seus resultados estão atrelados a um ponto fundamental para qualquer empresa inserida no universo das ações de marketing digital: user experience (UX), também conhecida, em português, como experiência do usuário. Ela está baseada no tocante à relação entre o usuário e o produto, como o site.

Na sua premissa, essa estratégia tem como base as criações e organizações visuais e informativas que:

  • Sejam simples e de fácil utilização;
  • Sejam organizadas;
  • Sejam intuitivas;
  • Tragam uma experiência prazerosa.

Assim, fatores técnicos e organizacionais fazem toda a diferença quando falamos em captação e retenção de usuários. Se alguém acessa um site desorganizado, com informações confusas, ausência de botões para direcionamento e tópicos que levam a caminhos sem saída, muito provavelmente, esse usuário não continuará explorando as páginas e tampouco cogitará retornar para ela em um segundo momento.

Logo, não há como captar leads enquanto existe uma taxa de rejeição alta à página. Dessa forma, o diagnóstico estratégico serve para que todos os itens que afastam o usuário sejam corrigidos ou retirados.

Como é feita essa análise estratégica?

Para um diagnóstico estratégico, são utilizadas diferentes ferramentas, podendo ser gratuitas ou pagas. Com a tecnologia aliada ao marketing, é possível ter acesso a serviços excelentes, como os encontrados no:

A partir dessas ferramentas, é possível ter acesso a informações cada vez mais precisas, que incluem até um vídeo da captura de tela do usuário para entender o seu comportamento dentro do site. Cada vez mais, a tecnologia vem fornecendo elementos para que o diagnóstico estratégico em captação possa mapear a evolução do usuário no funil de vendas, seja por meio do inbound marketing, seja por meio do outbound marketing.

Avaliação da estratégia de marketing na presença digital

Para o desenvolvimento de uma análise completa e focada em entender a fundo o desempenho e os gargalos existentes, é preciso estar atento a alguns pontos e fatores decisivos. 

No meio digital, nem sempre os usuários e leads se comportam de maneira semelhante ou realizam o mesmo caminho para chegar de um ponto a outro. Sabendo disso, é preciso atentar-se ao elemento com o todo e de forma separada para compreender se a estratégia e as informações estão sendo efetivas para levar o usuário a realizar a ação desejada.

Abaixo, confira o que deve ser analisado e entenda a razão para ser tão importante nessa avaliação:

1. Site

Sendo uma das primeiras partes a passar pela análise diagnóstica, o site possui diversos itens a serem analisados e mapeados. Ao utilizar esse tipo de ferramenta, a empresa, claramente, pretende aparecer na primeira página, ou seja, ser destaque nos mecanismos de busca.

Isso acontece principalmente porque estar na primeira página do google é garantia de melhores resultados, pois a maioria dos usuários sequer passa da primeira página de busca.

É possível obter dados em relação ao site tanto sobre técnicas quanto sobre o conteúdo, podendo ser:

  • Mapa de calor: por onde os usuários mais navegam;
  • Existência e eficiência dos formulários de captação de leads;
  • Apresentação de informações relevantes;
  • Presença ou ausência de pop-ups;
  • Categorias bem organizadas;
  • CTAs em todas as dobras da home;
  • Informações de contato e localização;
  • entre outros.

Toda essa pesquisa e coleta é feita utilizando-se o site como um usuário, em primeiro lugar, simulando uma busca comum para entender a funcionalidade do que é apresentado ao longo dele. Além disso, com a utilização de tecnologias e sistemas inteligentes, é possível ter dados mais concretos sobre a movimentação e o caminho de cada usuário, sendo possível entender onde estão as maiores dificuldades de acesso, o que é destaque, o que possui a maior taxa de rejeição e, até mesmo, até que parte da página a maioria dos usuário chega.

Leia também

Newsletter-mkt4edu

2. SEO

Para todo site, é preciso ter em mente dois resultados super importantes: credibilidade e reputação. Com a solidez e existência desses dois elementos, o caminho para aumentar as captações se torna muito mais efetivo. Isso porque, para os mecanismos de buscas como o da Google, 90% dos usuários se limitam apenas à primeira página de pesquisa.

Para quem busca formas simples e fáceis de começar a aplicar melhorias, alguns itens que merecem atenção e fazem toda a diferença são:

  • URL amigável;
  • Meta descrição adequada;
  • Texto alternativo;
  • Palavras-chave na URL;
  • Pesquisa de palavras-chave no corpo da página,
  • Site responsivo;
  • Link building.

Tendo isso em mente, é preciso, cada vez mais, qualificar o SEO e buscar formas de sempre manter as plataformas alinhadas com as diferentes exigências dos buscadores. Cada palavra-chave utilizada, seja ela long tail, seja head tail, deve ser pensada de acordo com critérios indicados pelas ferramentas adequadas, processo feito antes mesmo de começar a escrever.

O blog é um tipo de marketing estratégico que comprova que um conteúdo deve seguir as técnicas de SEO para obter bons resultados e conversões.

Quando realizado de maneira adequada, o SEO pode trazer benefícios, como:

  • Proporcionar mais tráfego orgânico;
  • Um site com design mais intuitivo;
  • Maior autoridade para os mecanismos de busca;
  • Ganho de leads cada vez mais qualificados;
  • Melhora a experiência do usuário.

Redes sociais

Segundo a pesquisa da GWI, os brasileiros passam, em média, mais de 3 horas por dia nas redes sociais, número 55% maior em comparação com a média mundial. Assim sendo, como competir a atenção desse público quando há tantas outras empresas bem representadas no meio digital? 

É com base nessa pergunta que surge a necessidade de se investir na qualidade do conteúdo e na parte visual. Nesse momento, são analisados itens como:

  • Aplicação e padronização da identidade visual;
  • Taxa de engajamento;
  • Respostas aos usuários;
  • Conteúdos com qualidade;
  • Existência de informações e direcionamentos sobre a instituição ou empresa;
  • Constância; 
  • Utilização das diferentes ferramentas disponíveis na plataforma.

A partir destes itens as redes são qualificadas no diagnóstico. Mas por que isso é importante? É simples: a marca deve estar alinhada e apresentar a mesma qualidade em todos os lugares que estiver disponível. As diferentes redes devem conversar para que o  usuário não se sinta confuso ou tenha diferentes experiências (positivas e negativas) falando com a mesma empresa em redes diferentes.

Para poder realizar essa comunicação alinhada, o ideal é possuir um guia da própria empresa, especificando questões como tom de voz, tipo de comunicação, linguagem, entre outros pontos capazes de unificar o atendimento para o público-alvo definido.

4. Mídia paga

Tão relevante quanto os itens anteriores, a mídia é aquela comprada com o intuito de possuir um alcance maior que o orgânico, gerando mais tráfego e, consequentemente, conversões.

Como maior exemplo desse uso, temos os anúncios do Google Ads e posts patrocinados nas redes sociais. Com eles, é possível segmentar o público a ser atingido; além disso, a própria inteligência da plataforma faz a entrega no tempo delimitado para aqueles que foram classificados como público ideal.

Para esse tipo de investimento, as métricas relevantes a serem consideradas são:

  • Custo por Lead (CPL) - cálculo para entender o valor gasto e o quantitativo de pessoas que se interessaram pelo serviço e/ou produto;
  • Custo de aquisição por cliente (CAC) - mede quanto custa para que os potenciais clientes sejam convertidos;
  • Retorno sobre o investimento (ROI) - valor para saber qual a margem de lucro conquistada com a campanha.

Métricas de vaidade que não são relevantes para a análise

Todo cliente quer saber de resultados, é fato, e quem está investindo tempo, equipe e dinheiro precisa mensurar o sucesso do negócio para entender o seu desempenho. Porém, a avaliação estratégica é um processo sério e comprometido em ser o mais claro e aprofundado possível para guiar os próximos passos. Para que isso seja realizado, é preciso fugir das chamadas métricas de relacionamento!

Mas o que é isso? Nada mais que valores que enchem os olhos, mas que não dizem nada ou não contribuem para o desempenho. Como o nome sugere, são apenas utilizadas para insuflar o ego, sem, de fato, ser efetiva para o processo. Alguns exemplos simples disso são:

  • Quantidade de seguidores nas redes sociais;
  • Número de visualizações em vídeos no youtube;
  • O número de visualizações da página.

Todas essas informações só fazem sentido quando alinhadas a outras métricas, em contextos específicos. Por isso, é preciso que, no início, com o briefing, fique claro o objetivo de se realizar essa análise aprofundada, assim, o profissional é capaz de compreender o que pode ou não agregar valor ao relatório, informando e indicando comportamentos que ajudem na otimização de sites e conteúdos.

Sugestão de melhorias e redirecionamento

Além de se compreender o que está ou não funcionando de maneira correta, ao final do diagnóstico, são feitas sugestões para a melhoria do site, rede social ou mesmo da organização. O objetivo é fazer com que os resultados coletados não sejam deixados de lado e sim implementados. 

A avaliação feita é o pontapé para a criação de um plano de ação mais assertivo e funcional, e é de extrema importância que tudo que foi relatado e destacado seja revisto e aplicado na plataforma em questão.

Por exemplo, se o mapa de calor identificar que as áreas mais clicadas estão em locais mais escondidos, é preciso reformular a página para que esses elementos e outros itens de maior interesse sejam de fácil acesso para o usuário. Se o que foi apontado não for devidamente adequado, os resultados continuarão os mesmos e todo o trabalho terá sido em vão.

Assim, explore ao máximo as possibilidades de melhoria para otimizar os serviços e fazer, cada vez mais, um trabalho aprimorado e alinhado com as necessidades dos possíveis leads que chegarão ao site ou às redes sociais.

Invista no seu diagnóstico estratégico para captação!

Todas essas ações e análises são fatores fundamentais para se realizar a captação de mais leads e, como resultado, aumentar as vendas ou matrículas de uma empresa. Mas por que sua empresa ainda não investiu nesse tipo de diagnóstico?

Para se destacar no mercado e fortalecer a presença no meio digital, é preciso utilizar bem as ferramentas que estão disponíveis para auxiliar nesse crescimento. O planejamento estratégico é e sempre será a base para melhorar todas essas ações. Com a utilização de ferramentas tecnológicas e a associação com empresas expert em captação e diagnósticos, é possível criar estratégias cada vez mais consistentes.

Você pretende investir, mas não sabe se é o momento certo? Alguns aspectos podem indicar o momento certo para iniciar esse projeto, mas também existem alguns períodos-chave para dar início a essa análise. Para saber mais, acesse o post “Quando pedir uma avaliação diagnóstica em uma captação?” e descubra se você não está perdendo uma oportunidade importante para começar a analisar essa parte estratégica!

Quando pedir uma avaliação  diagnóstica em uma captação?

  
Conheça a nossa biblioteca de conteúdos!

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Saiba mais sobre nós

Tecnologias

O mundo muda o tempo todo e com a tecnologia não é diferente! Aqui na Mkt4Edu, tecnologia está no nosso DNA, trabalhamos com diversos softwares diferentes para fazer todo o processo de automação e inteligência artificial funcionar com mais eficiência e alcançar mais resultados. Aqui, novos softwares são testados o tempo todo. Ferramentas modernas e novas funcionalidades são testadas a todo momento, já foram mais de 200 testes para que você possa ter o melhor resultado na sua instituição.

saiba mais

 

hubspot-01
IBM Watson-01
Conversation Design-01
Semrush-01
Dialogflow-01
Survey monkey-01
new-slack-logo-01
Vidyard-01
Chatlayer-01
google-data-studio-01
IBM Cognos -01
Google Cloud-01
Nova call to action

Se ainda precisa de mais informações, deixe o seu contato que um de nossos Consultores fará contato com você!