<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

As táticas de marketing mais usadas por cursos pré-vestibulares no Brasil

Cesio Faria

Você já sabe como divulgar um cursinho pré-vestibular e aumentar as matrículas? Este é um desafio comum à qualquer instituição e, para vencê-lo, é preciso conhecer as estratégias certas.

Um marketing bem feito é um importante aliado da captação de alunos para pré-vestibular. E ainda que não exista uma fórmula certa para o sucesso, é possível identificar quais são as táticas mais usadas para a conquista desse objetivo.

É justamente sobre isso que o post de hoje trata. Continue a leitura, conheça as estratégias mais usadas pelos cursinhos do país e se inspire!

Você também pode ouvir esse conteúdo:

estrategia dos cursos pré vestibulares

Abordagem na porta de colégios

Distribuir panfletos ainda funciona. Essa é uma boa estratégia de marketing para cursinho pré-vestibular, sobretudo quando a distribuição é feita onde há maior concentração de interessados: na porta de colégios de Ensino Médio.

Há quem considere que o panfleto é um recurso ultrapassado em razão do inegável crescimento do digital e do marketing online. Ou, ainda, quem questione o fato do papel simplesmente acabar no lixo.

Mesmo com essas ideias em mente, é importante entender que a abordagem direta pode ser muito bem recebida quando considerada útil. Em outras palavras, é oportuno que seu cursinho distribua panfletos para estudantes que estão em fase de preparação para o vestibular, pois estes se interessam por aquilo o que sua instituição tem a oferecer.

Ao invés de ser descartado, portanto, o anúncio desenvolvido tem boas chances de se tornar instrumento de sucesso para a captação de alunos para pré-vestibular.

E, partindo de uma ação para a outra, no post Telemarketing ainda funciona na captação de alunos?, explicamos porque ações de marketing ativo podem ser interessantes para uma instituição.

Realização de aulões gratuitos

Degustação de bebidas e alimentos, test drive de veículos, trial gratuito de programas de computador. Sabe o que essas ofertas têm em comum? Dar ao potencial cliente a oportunidade de conhecer e se encantar por um produto ou serviço e instigá-lo a fechar a compra.

E como você pode deduzir, sua instituição pode seguir essa mesma ideia. Oferecer aulões gratuitos para estudantes interessados é mais uma estratégia de como divulgar um cursinho pré-vestibular e aumentar as matrículas.

Qualquer cursinho pode permitir que um aluno em potencial visite suas dependências para conhecer a infraestrutura. Ou que marque uma reunião para sanar suas dúvidas quanto ao material usado e a metodologia adotada.

A aula gratuita vai muito além e é uma experiência de outro nível. Por meio dela, o estudante tem a oportunidade de conhecer na prática a dinâmica das aulas. Assim, atesta por si mesmo a qualidade do ensino, a qualificação e preparo dos professores, os recursos de curso e outros fatores importantes para sua decisão.

Você reconhece a ideia de "não trocar o certo pelo duvidoso?". Por vezes, ela permeia escolhas quanto à compra de um produto ou à contratação de um serviço. Outra oferta pode apresentar atrativos, mas se o aluno puder conhecer seu cursinho, terá mais confiança para se matricular.

Compartilhamento de vídeos no YouTube

Um dos desafios enfrentados pelos cursinhos do país é o de lidar com a autonomia dos estudantes. Atualmente, há diversos conteúdos de qualidade na internet, muitos de acesso gratuito.

No segmento da Educação, vários desses conteúdos se concentram no YouTube. A plataforma de vídeos permite, por exemplo, que professores divulguem aulas com explicações, resoluções de exercícios e até de provas.

Esses vídeos atraem a atenção porque os estudantes se beneficiam deles. Entender isso permite que você tenha mais uma opção dentre as estratégias de marketing para cursinho pré-vestibular.

A ideia não é simplesmente compartilhar de forma gratuita tudo aquilo que seus professores apresentam em sala de aula. Certamente, fazer isso não traria resultados positivos para seu curso.

Diferentemente disso, o YouTube pode servir como plataforma para o compartilhamento de conteúdos pontuais e de qualidade. Um vídeo de relevância, com a resolução de uma questão reconhecidamente difícil ou com dicas para facilitar o entendimento de determinada matéria desperta interesse.

Esses exemplos, que trariam estudantes ao vídeo e ao canal do seu cursinho, também despertariam seu interesse quanto a quem o criou. Por isso, o compartilhamento no YouTube é uma forma de instigar potenciais alunos a conhecer sua instituição. O que, por sua vez, favorece a captação de alunos para pré-vestibular.

Presença ativa nas redes sociais

Em nosso blog, já compartilhamos o post Sua instituição precisa mesmo marcar presença nas redes sociais?. Nele, explicamos melhor a importância de estar presente no mesmo meio que o seu público de interesse está. Dessa forma, aumentam-se as chances de chamar a sua atenção e criar oportunidades de relacionamento que levem à conquista de novos alunos.

Destacamos que é importante ser presença ativa porque não basta criar um perfil. De fato, nos tempos atuais, "estar na internet" é crucial para qualquer instituição de ensino que queira ser encontrada e conhecida. E as pessoas, sobretudo as jovens, já não procuram apenas por sites, como dão importância à existência de perfis bem trabalhados nas redes sociais.

Mas, mais do que encontrar um perfil do seu cursinho, esses estudantes querem saber qual a sua postura. Participar, compartilhar conteúdo relevante, responder à perguntas e comentários e desenvolver estratégias específicas para as redes reflete o interesse em oferecer algo útil.

Tudo isso agrega valor, fortalece a marca do pré-vestibular e aumenta suas chances de transformar esses jovens em alunos.

Gamification

O termo gamification ou gamificação tem origem em "game" que, do inglês, significa jogo. Trata-se de uma poderosa estratégia para atrair a atenção do público e gerar engajamento.

Isso porque se baseia no entretenimento para instigar a participação do público pois, em geral, as pessoas gostam de se divertir e testar seus conhecimentos e habilidades.

Na internet, a gamification pode ser usada para apresentar desafios e competições nas redes sociais ou até jogos customizados no site do cursinho. Assim, em participações individuais ou até simultâneas (contra outro participante) potenciais alunos podem disputar recompensas, como um desconto na matrícula, por exemplo.

O que parece ser apenas uma brincadeira é, portanto, uma interessante estratégia que atrai atenção positiva para a instituição. Como consequência, se torna capaz de difundir a marca e de impulsionar a captação de alunos para pré-vestibular.

Gostou do post? Aproveite para ler também sobre as Tendências de marketing para o mercado educacional brasileiro!

>> Por que cursos pré-vestibulares precisam de consultoria de marketing?

 

  
Stories_mkt4edu_Aprenda-a-captar-alunos-com-inbound-marketing

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Tecnologias que usamos

logos tech-01
logos tech-02
logos tech-03
logos tech-04
logos tech-05
logos tech-06