<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

O que é link building? Saiba como fazê-lo com sucesso!

Renan Andrade

Sempre que vamos a clínicas, mercados ou a qualquer tipo de comércio, é muito comum nos depararmos com panfletos ou cartões de outros serviços e negócios locais, não é mesmo? Podemos dizer, a grosso modo, que a técnica de link building é o seu panfleto na loja do seu vizinho, só que na internet. Mas o que é link building?Bom, independentemente do quanto você entende do assunto, certamente, sabe que há diversas ferramentas, técnicas e habilidades que precisam ser dominadas para se criar  estratégias de marketing digital assertivas.

O link building é mais um recurso valiosíssimo e, de certa forma, ainda pouco explorado, mas é preciso saber muito bem como aplicar essa tática, do contrário, você pode prejudicar o seu site!

Neste post, vamos falar desse assunto que ainda é um mistério para muitos! Acompanhe a leitura.

Newsletter-mkt4edu

O que é link building?

Link building é um conjunto de ações que visa a conquistar espaços em artigos de terceiros por meio de hiperlinks que apontam para o seu site ou blog, o que chamamos backlinks.

O que se espera com isso é aumentar e gerar tráfego de uma página e, consequentemente, do site.

Como assim?

Veja: quando sua página é mencionada por meio de determinados links, o Google entende que seu conteúdo tem relevância para os usuários, e isso traz melhores posições para o seu blog no ranqueamento orgânico dos mecanismos de busca com as técnicas de SEO.

Em outras palavras, entender o que é link building é essencial, pois ele é um dos pilares de uma estratégia de SEO.

Trabalhar a construção de uma rede de links é pensar em autoridade, relevância, ranqueamento, visibilidade e tráfego orgânico. Isso porque, de forma natural ou não, quando um site faz um backlink para o seu artigo, ele compartilha uma fatia de seu próprio tráfego com você.

Quando isso acontece e é feito de modo inteligente, dentro dos parâmetros do Google, o mecanismo de busca classifica a sua página muito bem, pois o seu site foi “indicado”.

Lindo, não é mesmo?

Apesar de parecer bem simples, a verdade é que há uma certa complexidade por trás dessa técnica, e o mau uso dela pode resultar no efeito oposto do que se espera.

Não seja punido! Evite black hat e tenha clareza do que está fazendo

Muita coisa mudou em relação ao que o Google permite de uns anos para cá. Até pouco tempo atrás, a construção de backlinks não seguia muitos parâmetros, o que permitia “enganar” os algoritmos do Google, em contrapartida, isso impactava negativamente a experiência do usuário.

Diante das atualizações dos algoritmos do mecanismo de buscas, isso mudou, e não basta, simplesmente, comprar espaços de links em sites terceiros. Aliás, qualquer tentativa de manipulação do algoritmo, que conhecemos como black hat, é passível de penalização.

Isso significa que fazer link building requer não só muita atenção mas também pesquisas e, obviamente, planejamento estratégico.

Então, o que é link building na prática? Entenda como fazê-lo com as melhores práticas.

Leia também

Nova call to action

5 etapas para uma boa estratégia

Uma boa estratégia de link building precede a troca de links, é preciso que seu site esteja qualificado para receber um grande volume de visitantes, por exemplo. Por isso, ele deve ter boa estrutura geral, incluindo layout, conteúdos interessantes e rapidez de carregamento.

Além disso, há de se considerar que o link building é uma tática para complementar algo maior, como uma campanha. Portanto, é preciso ter clareza do objetivo dessa campanha, dos recursos que serão investidos, dos conteúdos que serão criados, entre tantas outras definições importantes.

Uma vez tomadas essas decisões, é possível partir para a prospecção; para isso, separamos algumas dicas.

1. Dê preferência a parceiros que você já conhece

É sempre mais fácil consolidar uma campanha com parceiros que já conhecem o seu trabalho. Afinal, você precisará de menos esforço para “vender” o seu produto, uma vez que já sabem que a indicação é boa!

2. Qualidade é melhor que quantidade

Como comentamos, o Google mudou seu algoritmo para priorizar a experiência do usuário, e isso inclui verificar a qualidade dos links nas páginas.

Da mesma forma que foi feito com a verificação de palavras-chave, o excesso de backlinks pode ser punido, e ele, por si só, não representa o sucesso da sua campanha. Antes, é essencial que o artigo de destino e a matéria de origem tenham qualidade, ou seja, ofereçam um conteúdo relevante para o leitor.

3. Autoridade de quem indica você

Seguindo a mesma linha de raciocínio do tópico anterior, é importante estar atento à autoridade do site que indica você.

De nada adianta o seu blog ou landing page ser direcionado diversas vezes se os sites que o mencionam não têm autoridade significativa ou, ainda, suas publicações não gerarem efeito positivo, uma vez que apresentam links pouco relevantes para o assunto ou apontam para sites com baixa reputação.

4. Autoridade de quem você indica

Autoridade, aqui, é uma via de mão dupla, por isso, pense, em primeiro lugar, na sua estratégia! Tente imaginá-la como um ciclo: você quer elevar a otimização do seu site e, para isso, precisa direcionar seu público a outras fontes que sejam tão confiáveis quanto a sua.

Se a sua página aponta para outras que são de confiança, o usuário enxerga isso como algo positivo em seu trabalho e que reflete de forma também positiva na experiência dele, no entanto, o contrário também é verdade!

5. Precisa fazer sentido

Qual o sentido de divulgar panfletos de parque de diversão em uma funerária ou anúncios de pizzaria numa clínica estética?

As ações precisam fazer sentido, e tanto o leitor quanto o Google analisam isso, vale ressaltar.

Como você pôde notar, há diversos cuidados muito importantes que não podem passar despercebidos, do contrário, o tempo e os recursos investidos em uma ação podem ser desperdiçados.

Entender o que é link building é apenas o primeiro passo para evitar erros, mas o marketing digital é um oceano profundo cheio de mistérios que estamos muito interessados em compartilhar com você!

Inscreva-se agora para receber a nossa newsletter e fique por dentro no que há de mais atual!

Newsletter-mkt4edu

  
Conheça a nossa biblioteca de conteúdos!

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Tecnologias que usamos

O mundo muda o tempo todo e com a tecnologia não é diferente! Aqui na Mkt4Edu, tecnologia está no nosso DNA, trabalhamos com diversos softwares diferentes para fazer todo o processo de automação e inteligência artificial funcionar com mais eficiência e alcançar mais resultados. Aqui, novos softwares são testados o tempo todo. Ferramentas modernas e novas funcionalidades são testadas a todo momento, já foram mais de 200 testes para que você possa ter o melhor resultado na sua instituição.

logotipo-hubspot
ibm
Logo CDI
logotipo-semrush
dialogflow_embarcados
logotipo-surveymonkey
Slack
Vidyard
chatlayer-ai
google-data-studio
ibm cognos
GoogleCloud
Nova call to action

Se ainda precisa de mais informações, deixe o seu contato que um de nossos Consultores fará contato com você!