<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

Está difícil captar alunos? Veja 5 erros que você pode estar cometendo

Cesio Faria

Captção de alunos

Você já colocou todos seus esforços em prática e, mesmo assim, está difícil captar alunos? Separamos alguns dos erros mais comuns na captação de alunos para universidades para te ajudar a encontrar o gap e corrigi-lo. Fique atento:

1. Seu site não é responsivo

O site é sua principal ferramenta de conversões na internet. Se ele não é otimizado para dispositivos móveis, eis um dos fatores que está influenciando na sua captação de alunos.

Segundo dados do IBGE, mais de 90% da população brasileira acessa a internet por meio do celular, sendo que 82,9% dos usuários concentra-se em jovens de 18 e 19 anos. Alguma semelhança com o público que você quer atingir?

Sendo assim, se as letras ficam miúdas, se os menus são difíceis de acessar e se a página leva mais do que 2 segundos para carregar, seu desempenho na captação de alunos no mobile está comprometido.

2. Você não está gerando valor

Por muitos anos, as instituições de ensino basearam suas ações apenas em ações massivas, comunicação de uma única via e sem qualquer tipo de segmentação. Se você ainda aposta nessa fórmula, está perdendo vários alunos.

A dica aqui para captar alunos é fazer-se presente no universo on-line, construir uma boa estratégia de marketing de conteúdo e dialogar com sua audiência nas redes sociais, personalizando o contato.

Faça com que os estudantes se identifiquem com a sua instituição, desenvolvam o desejo de estudar nela desde muito antes do vestibular. É o que grandes universidades do mundo, como Yale ou Princeton, fazem.

3. Suas landing pages não são user-friendly

Landing pages se popularizaram bastante como forma de capturar leads. Mas elas precisam de um cuidado especial para captar mais alunos.

Se as suas landing pages são possuem um design atrativo e trazem conteúdos formais, sem estabelecer qualquer identificação com os visitantes, está aí mais um problema para resolver na captação de alunos.

As informações principais, como os benefícios que o visitante terá ao fornecer os dados, devem figurar na primeira tela, acima da barra de rolagem. As imagens devem ser atraentes, fazendo com que o estudante imagine o material antes mesmo de ter acesso a ele.

Você também deve otimizar suas landing pages com táticas de SEO, para ranqueá-las no Google e assim atrair ainda mais visitantes. Por fim, solicite apenas os dados necessários para iniciar um relacionamento com seus visitantes, como nome e e-mail. Nada de encher seus futuros alunos de perguntas logo de início, ok?

4. As formas de contato com sua IES não ficam claras

Sabe aquele 0800 escondidinho lá no rodapé do seu site? Os links para redes sociais que não direcionam para lugar algum? O formulário de contato que nunca funciona? Esses são problemas comuns e que acabam minando sua estratégia de como captar mais alunos.

Abra canais de comunicação fáceis de acessar e mantenha uma equipe dedicada a esse atendimento. Um 0800 jamais será efetivo se você não divulgar amplamente que ele existe. Suas redes sociais não terão seguidores e engajamento se você não mostrar ao mundo que está lá.

Além de ter vários canais de comunicação, seja ágil nas respostas. Pesquisas indicam que se você responder a um consumidor em até 5 minutos após a primeira interação dele suas chances de conversão aumentam.

Use chatbots para automatizar o atendimento, configure e-mails transacionais, tenha uma central de atendimento que permita ao estudante selecionar a opção desejada e assim obter respostas mais rápido.

5. Suas calls to action não geram ação

O termo call to action é bastante específico: chamada para a ação. Se você não indica ao visitante qual é a próxima etapa, está perdendo a chance de ele dar um passo em frente na jornada de compra.

Existe uma enorme diferença entre um botão “E-book” e um “Pegue seu e-book agora mesmo”. Ou então “Matricular-se” e “Garanta sua matrícula grátis agora mesmo”.

Crie senso urgência, use a exclusividade como estratégia de conversão. Se a matrícula é grátis por tempo indeterminado e para qualquer pessoa, o estudante não tomará a decisão de imediato. Por outro lado, se ela for apenas para as 50 primeiras pessoas que clicarem, o comportamento do estudante muda completamente. A ação é tomada de imediato, pois ele não pode esperar e considerar outras possibilidades, correndo o risco de perder o benefício.

Leia também: 3 estratégias de marketing educacional para faculdades

  
Guia-do-Marketing-Educacional

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Tecnologias que usamos

logos tech-01
logos tech-02
logos tech-03
logos tech-04
logos tech-05
logos tech-06