<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=332593&amp;fmt=gif">

Novo snippet do Google: como isso impacta no SEO?

Tiago Soares

Se você está sempre ligado nas mudanças que o Google faz na apresentação dos resultados de buscas, talvez já tenha ouvido falar que o número de caracteres do snippet (aquele textinho que acompanha o título da página) aumentou.

A grande pergunta aqui é: o que muda para você? E para o SEO? É o que veremos neste post!

o que é seo

 

Para quê serve o snippet?

O texto que acompanha a URL principal serve para informar ao usuário o que ele vai encontrar na sua página. Normalmente, o que o Google exibe é o texto da meta description, contudo, caso a ferramenta de buscas encontre um trecho que considere mais interessante na página, o snippet passa a ser esse.

Além do uso de palavras-chave que prendam a atenção do usuário, você também deve usar esse espaço para envolver o leitor, convidá-lo para o site e convencê-lo a clicar no seu link.

Até meados de novembro de 2017, o desafio era manter um snippet atrativo e convincente em apenas duas ou três linhas, ou cerca de 160 caracteres. De lá para cá, o que os mais atentos perceberam é que o Google passou a exibir descritivos maiores, de 3 a 6 linhas, o que pode contribuir de diversas formas para alavancar seu site na internet.

O que a mudança no snippet traz de bom para o seu negócio?

Segundo pesquisa da Sistrix, o Google já está permitindo snippets de aproximadamente 300 caracteres e aumentando a exibição de resultados mais completos gradativamente.

Diante disso, podemos afirmar que quem sair na frente nas mudanças necessárias para estar alinhado à essa nova política, terá resultados bastante positivos. Confira a seguir o que muda:

Textos mais longos na meta description

A primeira grande vantagem de ter mais espaço no snippet do Google é poder falar mais sobre o que o usuário vai encontrar na sua página. Um texto maior permite explorar melhor os diferenciais que você oferece, encantar e envolver o leitor com maior propriedade para que ele clique no link e acesse o site.

Em segundo lugar, as técnicas de SEO podem se tornar mais arrojadas, com o uso de mais palavras-chave long tail, que ajudam a atrair leads mais qualificados para o seu negócio.

Mais (ou menos) cliques

Ainda é cedo para falar se a mudança vai impactar positiva ou negativamente na taxa de cliques, afinal, ainda está em fase de testes. Por isso, é preciso acompanhar seus indicadores de agora e a evolução dos mesmos ao longo do tempo.

Por um lado, com descritivos mais longos, é possível trabalhar melhor a comunicação e oferecer informações mais completas, instigando os usuários a entrarem sem seu site. Por outro, informações mais completas podem responder a interesses pontuais ou pouco complexos, levando os usuários a não clicarem.

O que fazer então?

Nossa dica aqui é começar a modificar as meta description dos seus conteúdos, priorizando aqueles que atraem mais tráfego ou que estão melhor posicionados no Google, o que deve alavancar o número de visitantes e também o posicionamento das páginas.

As novas meta description devem ficar entre 250 e 300 caracteres, para que sejam exibidas de forma completa, o que exige um novo trabalho de SEO. Aproveite para fazer uma  nova análise de palavras-chave e inserir aquelas que estão gerando maior tráfego para cada página ou que fazem mais sentido para o seu conteúdo.

Ainda tem dúvidas de como explorar essa mudança? Deixe seu comentário!

 

  
Stories_mkt4edu_Aprenda-a-captar-alunos-com-inbound-marketing

Assine para receber os melhores conteúdos sobre marketing educacional!

Mais Posts

Tecnologias que usamos

logos tech-01
logos tech-02
logos tech-03
logos tech-04
logos tech-05
logos tech-06